Verificar Compensação
Alimentos que podem passar pela segurança do aeroporto

Alimentos que podem passar pela segurança do aeroporto - Guia completo

Anton Radchenko
Escrito por Anton Radchenko
17 minutos de leitura
Última actualização:

Atualmente, é cada vez mais difícil acompanhar todos os regulamentos relacionados com as viagens aéreas. Desde as restrições impostas pela Covid-19 até aos procedimentos de segurança mais rigorosos nos aeroportos, é importante garantir que não está a violar as regras.

Uma das principais questões que se colocam atualmente é se é possível ou não transportar alimentos através dos pontos de controlo administrados pela ASAE e ICNF. Tanto a ASAE como a ICNF supervisionam a segurança nos centros de transporte sediados e ligados a Portugal e, por vezes, seguem as suas próprias regras.

Embora muitos aeroportos a nivel internacional utilizem diretrizes padrão para determinar o que pode e o que não pode passar pela segurança, se estiver a planear viajar para os EUA ou mesmo fazer uma ligação através de um aeroporto dos EUA, deve saber exatamente o que esperar.

Vamos responder à questão de saber se pode passar comida pela segurança do aeroporto.

Regras gerais internacionais para alimentos em voos

Regras gerais internacionais para alimentos em voos

Uma boa regra geral quando se trata de embalar alimentos na sua bagagem de mão é que os sólidos são normalmente aceitáveis, e os líquidos, produtos para barrar ou géis também são permitidos, mas não podem exceder 100ml. É denominada internacionalmente como regra 3-1-1, permitindo 100 ml destes itens, que devem estar todos contidos num saco de plástico transparente com capacidade para um quarto.

Como transportar artigos líquidos ou para barrar nos pontos de controlo de segurança do aeroporto

Ao decidir o que levar consigo no avião, meça, meça e meça novamente. Tudo o que seja líquido, gel ou para barrar está sujeito à regra dos 100ml. Antes da sua viagem, adquira alguns recipientes de 100ml aprovados que estejam claramente marcados e dê prioridade ao que realmente necessita. O recipiente deve indicar o seu volume para que seja aceite ao passar pela segurança do aeroporto.

O facto de ter embalado ou transferido tudo para recipientes de tamanho adequado não garante que não terá problemas. Mesmo os recipientes de 100ml têm um limite.Cada passageiro tem direito a um saco de plástico transparente com capacidade para um quarto para acondicionar os seus líquidos e géis. Isto corresponde a cerca de 9 recipientes. Portanto, mantenha a calma!

Tabela geral dos alimentos permitidos internacionalmente

Poderá estar curioso acerca de categorias alimentares específicas, pelo que aqui está uma tabela geral para esclarecer se pode levar comida através dos pontos de controlo de segurança :

Tipo de Alimento

É permitido como bagagem de mão?

É permitido como bagagem de porão?

Bebidas Alcoólicas

Sim, até 100ml por recipiente que cabem num saco de plástico transparente.

Sim

Bebidas Alcoólicas com mais de 70% de álcool

Não

Não

Comida para Bebé, Leite de Fórmula e Leite Materno

Sim, em quantidades razoáveis - não sujeitas à regra dos 100ml.

Sim

Água engarrafada

Sim, até 100ml por recipiente que cabem num um saco plástico transparente do tamanho de um litro.

Sim

Pão, Piza,
e Sanduíches

Sim

Sim

Doces

Sim

Sim

Conservas

Sim, mas se não for sólida, a lata deve ter menos de 100ml ou deve colocar o conteúdo num recipiente de 100ml.

Sim

Especiarias e pós

Sim, mas as substâncias em pó com mais de 350 ml devem ser separadas para rastreio.

Sim

Cereais

Sim

Sim

Queijos cremosos ou líquidos

Sim, até 100g por recipiente que cabem num um saco plástico transparente do tamanho de um litro.

Sim

Queijo Sólido

Sim

Sim

Bolachas

Sim

Sim

Carne e marisco

Sim, para voos domésticos dentro do território continental dos EUA.

Sim, para voos domésticos dentro do território continental dos EUA.

Frutas e Vegetais

Sim, para voos domésticos dentro do território continental dos EUA, desde que estejam no seu estado natural.

Sim, para voos domésticos dentro do território continental dos EUA.

Gelo e sacos de gelo

Sim, desde que esteja congelado ao passar pela segurança.

Sim

É importante mencionar que cada destino terá as suas próprias regras e que deve verificar quais as restrições de cada pais antes de viajar para o mesmo.

Analisar os direitos dos passageiros é muito parecido com analisar as diretrizes alimentares de voos internacionais. Elimine a confusão e contacte a AirAdvisor se se deparar com uma perturbação no voo.Verifique o Seu Voo

Que tipo de alimentos podem ser transportados?

Para elaborar a tabela acima, de um modo geral, desde que cumpra a regra dos 100ml para líquidos, géis e alimentos para barrar, não enfrentará problemas. Até mesmo a sua garrafa de água deve conter menos de 100ml, por isso leve consigo uma garrafa recarregável e encha-a após passar pelo controlo de segurança. Aqui estão algumas outras situações que deve ter em mente.

Alimentos abertos

Normalmente, a entidade reguladora de controlo não se preocupa se os recipientes de alimentos estão abertos ou não. O que lhes interessa, no entanto, é se a comida é sólida ou não. Os alimentos abertos estão sujeitos à regra padrão dos 100ml, mas, caso contrário, pão caseiro, restos de refeições anteriores ou um saco aberto de batatas fritas são todos permitidos pela entidade reguladora.

Alimentos congelados

Assim como acontece com os alimentos abertos, a entidade reguladora não impõe qualquer limite à quantidade de alimentos congelados que embala, mas estes devem estar congelados ao passar pelo controlo de segurança. Caso contrário, estará a violar a política de líquidos/géis.

Se planeia viajar com carne ou marisco, estes são permitidos na sua bagagem de mão, mas se levar gelo para manter a comida fria, os sacos de gelo devem estar congelados no momento da inspeção de segurança. O gelo seco é uma boa alternativa aos sacos de gelo convencionais e é permitido em quantidades inferiores a 1,5 kg. Além disso, ao regressar aos EUA de um destino internacional, quaisquer produtos de carne ou marisco devem ser declarados e estão sujeitos a inspeção. A permissão ou não depende da sua origem, mas na maioria dos casos não são permitidos.

Comida para bebé

Comida para bebé

Felizmente, os responsáveis pelo controlo da maioria dos paises compreende a importância da comida para bebé, leite materno e fórmula, portanto, estes não estão sujeitos às mesmas limitações de 100ml que se aplicam a outros líquidos. Não existe uma regra restrita e rápida, uma vez que depende da decisão do agente de cada controlo , mas quantidades razoáveis para a duração da viagem são permitidas. Certifique-se de separar a comida para bebé dos seus outros itens para que possa ser inspecionado devidamente, e informe-os sobre o que está a transportar antes de iniciar o processo de rastreio.

O mesmo se aplica a bebidas e alimentos para crianças pequenas, como os pacotes de puré. Não é necessário que estejam em recipientes de 100ml ou que caibam num saco de plástico transparente com capacidade para um quarto.

Álcool

O álcool é tratado da mesma forma que outros líquidos e deve estar em garrafas de 100ml que se ajustem a um saco de plástico com capacidade para um quarto. A exceção é se tenciona transportar álcool com mais de 70%. Este tipo de álcool não é sequer permitido na sua bagagem despachada, portanto, é melhor deixá-lo em casa.

Frutas e legumes

Em grande parte dos paises europeus, é permitido transportar frutas e legumes frescos no seu estado natural. Contanto que esses produtos não tenham sido transformados em líquidos ou géis, não é necessário cumprir a regra dos 100ml que normalmente se aplica.

Alimentos para empacotar - Refeições aprovadas para levar na sua bagagem de mão

Não se pode sempre contar com uma refeição saborosa a bordo, apesar de algumas companhias aéreas oferecerem comida melhor do que outras. É mais seguro trazer a sua própria comida e, se não se preocupar em usar recipientes de 100ml para as suas refeições e snacks a bordo, não passará fome. O planeamento alimentar é simples, desde que conheça as regras, e é sempre inteligente ter um pouco de comida extra disponível no caso de o seu voo se atrasar ou ser cancelado.

Perturbação do voo? Poderá ter direito a uma indemnização - até 600€.Verificar o seu Voo

Lanches ideais para o seu próximo voo

Lanches ideais para o seu próximo voo

Se o seu voo não for particularmente longo, é provável que possa resolver a fome com alguns snacks. Aqui estão algumas ideias de lanches que pode levar através dos controlos de aeroporto:

  • Alimentos sólidos como cereais, barras de cereais, batatas fritas, pipocas, chocolate e bolachas
  • Frutas secas. Frutas frescas também são permitidas, desde que esteja a voar dentro da União Europeia
  • Queijo sólido para acompanhar as bolachas
  • Barras de proteína para um impulso energético

Ideias de refeições que podem passar pela segurança do aeroporto

Os voos de longa distância não são raros hoje em dia, por isso, quando precisar de algo mais substancial, considere comer o seguinte:

  • Sanduíches ou wraps. Os passageiros que voam de Portugal para outros paises da União Europeia também podem acrescentar os vegetais e a carne que desejarem à refeição.
  • Saladas. As saladas à base de cereais são especialmente satisfatórias ou uma salada verde saudável. No entanto, se precisar de molho para salada, prepare-se para levar um recipiente extra de 100ml. Ou melhor ainda, misture a sua salada mesmo antes de passar pela segurança para preservar a frescura.
  • Charcutaria. Limite-se aos queijos sólidos e não terá problemas.

Sofreu um atraso num voo? Pode ter direito a uma indemnização até 600€.Verificar o Seu Voo

Alimentos que não pode levar na sua bagagem de mão - proibidos nos aviões

Como já discutimos, é possível transportar alimentos através dos pontos de controlo da ASAE e ICNF, mas sujeitos a certas regras. No entanto, há algumas coisas que normalmente são proibidas. Estas incluem:

  • Álcool com mais de 70%. Também não é permitido na sua bagagem de porão.
  • Produtos enlatados. Normalmente, os produtos enlatados são proibidos devido ao líquido que contêm, excedendo o limite de 100ml. Isso inclui itens como chili, sopas ou molhos enlatados. Coloque-os na sua bagagem de porão para evitar complicações. Se precisar de levar o conteúdo da lata consigo, transfira-o para uma garrafa ou frasco de 100ml.
  • Bolsas de gelo derretido. Se transportar alimentos frescos que necessitem de refrigeração, utilize gelo seco ou certifique-se de que as bolsas de gelo estão congeladas quando passar pelo controlo de segurança. Caso contrário, serão confiscadas e a sua comida poderá estragar-se.
  • Queijos cremosos ou moles. Pode ser surpreendente saber que, de acordo com a legistação de alguns paises, os queijos cremosos são considerados líquidos, por isso é recomendável que queijos como o brie ou o camembert tenham menos de 100ml e sejam embalados adequadamente. Infelizmente, o cheesecake também está incluído nesta categoria.

Voos Internacionais para os Estados Unidos

Ao viajar de ou para os EUA, os voos podem sofrer atrasos em qualquer momento, e certos voos podem ter uma maior probabilidade de atrasos ou cancelamentos do que outros. Além disso, voos provenientes de fora dos EUA estão sujeitos às mesmas restrições que voos domésticos, com algumas exceções adicionais. Essas exceções estão principalmente relacionadas à entrada nos EUA de frutas, legumes, carne ou mariscos frescos. Isso inclui qualquer produto que contenha os itens mencionados.

De um modo geral, produtos frescos e outros produtos agrícolas não podem ser importados para os EUA. Isso ocorre devido ao potencial risco de introdução de pragas e outros contaminantes no país. A melhor opção é deixar esses itens para trás, e se trouxer algo desse tipo, certifique-se de declará-lo, sabendo que provavelmente estará sujeito a inspeção e possibilidade de confisco ou eliminação.

Dicas para passar comida através da segurança do aeroporto

Dicas para passar comida através da segurança do aeroporto

Ao considerar a possibilidade de levar comida através da segurança do aeroporto, já está à frente do jogo. Siga a regra de utilizar recipientes de 100ml para líquidos, géis ou produtos para barrar, e não terá problemas. Lembre-se da regra 3-1-1, que significa que pode transportar ou 100 ml de cada item num saco de plástico transparente do tamanho de um litro.

Seja cuidadoso ao fazer as malas e evite colocar qualquer coisa na sua bagagem sem considerar a regra 3-1-1. Isso tornará o processo de controlo mais rápido, e eles preferem que seja honesto sobre o que está a transportar.

Tenha consigo uma garrafa de água vazia e alguns recipientes adicionais de 100ml, caso precise transferir um líquido inesperadamente. Certifique-se de que qualquer alimento perecível esteja devidamente refrigerado, de preferência com gelo seco. Leve refeições e snacks suficientes para se manter alimentado, mesmo em caso de atrasos prolongados.

Também é bom saber que os passageiros podem solicitar indemnizações por voos atrasados (ou até cancelados) para recuperar alguns custos, esperançosamente. No entanto, esta indemnização não irá resolver automaticamente problemas como carne cara ou queijos luxuosos que estava a transportar.

Para uma referência rápida e clara, consulte esta nota:

Produto

Orientações

Pacotes de gelo

Devem estar completamente congelados quando passar pela segurança

Carne/marisco

Permitido para voos domésticos, não para internacionais

Frutas/Vegetais

Permitido para voos domésticos, não para internacionais

Álcool com mais de 70%

Deixe para trás

Queijo em creme & Cheesecake

Embalagens de 100g ou menos

Lanches sólidos

É sempre permitido, evite carne e produtos agrícolas se viajar internacionalmente

Líquido/Gel/Para Barrar/Aperitivos

Embalagens de 100g ou menos

Alimentos Abertos

Sempre que permitido, evite a carne, queijos moles e produtos agrícolas se viajar internacionalmente

Alimentos para bebés e crianças

Permitido em quantidades razoáveis, não sujeito à regra 3-1-1

Se embalou comida extra para o caso de o seu voo ser cancelado e o foi, conheça os seus direitos e peça o seu reembolso.Verificar o seu Voo

Conclusão

Pode parecer intimidante navegar pelas regras relacionadas com a questão "Posso levar comida através da segurança do aeroporto?", mas um pouco de planeamento e pesquisa pode fazer toda a diferença. Opte por refeições sólidas e snacks para os alimentos que traz consigo a bordo, e se tiver a intenção de trazer presentes relacionados com comida para amigos ou familiares, certifique-se de que são exclusivamente produtos sólidos.

Quando estiver a fazer as malas para o seu voo, use as nossas práticas folhas de dicas para garantir que não está a violar nenhuma regra. Além disso, lembre-se de que os alimentos não são os únicos itens restritos na bagagem de mão. Seguir todas as diretrizes deve resultar numa viagem tranquila através da segurança do aeroporto. E, em caso de dúvida, é sempre bom ter à mão muitos recipientes de 100ml. Na verdade, considere trazer um vazio consigo, porque nunca se sabe quando poderá precisar dele!

FAQ’s

Quais alimentos são proibidos pela segurança do aeroporto?

Alimentos em forma líquida, gel ou para barrar são proibidos se excederem o limite de 100ml. Isso inclui itens como manteiga de amendoim, mel, queijos cremosos ou líquidos, azeite e molhos. Além disso, enquanto o álcool é permitido em recipientes de 100ml, o álcool com mais de 70% de teor alcoólico não é permitido.

Posso levar lanches leves através da segurança do aeroporto?

Claro que sim. Não é necessário passar fome durante o voo ou gastar dinheiro em lanches caros no aeroporto. Pode trazer qualquer alimento sólido que goste, sem restrições - barras de cereais, nozes, batatas fritas e bolachas são excelentes opções para lanches durante o voo. Se o seu lanche preferido for um produto para barrar, como manteiga de amendoim, líquido ou gel, assegure-se de que cabe num recipiente de 100 ml.

No entanto, lembre-se de que, mesmo com lanches leves, é sempre aconselhável embalar os alimentos de forma organizada e cuidadosa. Coloque-os em sacos ou recipientes resseláveis para evitar derramamentos e para que os agentes de segurança possam inspecionar o conteúdo com facilidade, se necessário. Também é recomendável evitar alimentos com cheiros muito fortes, para não perturbar os outros passageiros durante o voo.

Posso levar biscoitos através da segurança do aeroporto?

Bolachas ou biscoitos, seja como presentes ou como lanche a bordo, geralmente são permitidos pela segurança da TSA. No entanto, verifique se eles não contêm qualquer cobertura ou recheio líquido ou em gel.

E o cheesecake? Não é líquido!

Embora seja verdade que o cheesecake não se enquadra na categoria de líquido ou gel, ele é considerado um queijo cremoso e, tecnicamente, é um produto para barrar. Portanto, só é permitido em recipientes de 100 ml. Tente espremer um pedaço de cheesecake num recipiente pequeno e provavelmente não ficará bem, por isso é melhor saboreá-lo antes de chegar ao aeroporto.

Posso levar batatas fritas através da segurança do aeroporto?

Sem dúvida. As batatas fritas de pacote são um ótimo alimento que não viola nenhuma das regras especiais da TSA. De facto, são um dos melhores lanches portáteis para viagens de avião.

Posso levar bebidas alcoólicas para o avião?

A boa notícia é que sim, pode. Sujeito ao limite do recipiente de 100 ml, qualquer bebida alcoólica com menos de 70% de teor alcoólico é permitida pela segurança dos aeroportos. Se tiver a intenção de consumir a bebida a bordo, verifique as regras específicas da sua companhia aérea para evitar surpresas.

Posso levar alimentos selados ou enlatados através da segurança do aeroporto?

Tecnicamente, tanto alimentos selados como enlatados são itens permitidos de acordo com a regulação internacional. No entanto, a maioria dos produtos enlatados contém líquidos e tem mais de 1,5 kg. Se for esse o caso, coloque a lata na sua bagagem de porão ou esteja preparado para transferir o conteúdo para recipientes menores. Se tiverem mais de 100 ml e contiverem líquidos, géis ou pastas, não serão permitidos na bagagem de mão, independentemente de estarem selados ou enlatados.

Se planeia levar alimentos selados ou enlatados que se enquadrem nos limites de 100 ml para líquidos, géis ou pastas, geralmente não deve haver problemas. No entanto, esteja preparado para possíveis verificações de segurança. Embale esses itens em sacos ou recipientes resseláveis, para evitar derramamentos e facilitar a inspeção por parte dos agentes de segurança.

Além disso, é sempre aconselhável verificar as políticas específicas do aeroporto ou da companhia aérea antes de viajar, pois as regras podem variar ligeiramente de um lugar para outro.

Posso levar comida caseira para a segurança do aeroporto?

Sim, desde que siga a regra 3-1-1. Líquidos, géis e produtos para barrar devem ser colocados em recipientes de 100 ml. Se o alimento for completamente sólido, não há problema. No entanto, tenha atenção a alimentos líquidos no centro, queijos macios e, para viajantes internacionais, carne, marisco, frutas e legumes incluídos em alimentos caseiros.

Lanches embalados como pão, cereais, doces e bolachas normalmente não são problema. No entanto, se estiver a pensar em trazer a sua própria comida feita em casa, há alguns detalhes a considerar, especialmente quando se trata de líquidos.

Snacks como sanduíches geralmente não causam preocupações, mas é bom ter cautela com molhos. A maioria dos agentes de segurança provavelmente permitirá, mas se houver algum líquido a escorrer, poderá ser instruído a descartá-lo.

Ao embalar a sua comida, certifique-se de que está num recipiente bem vedado para evitar derrames e que seja fácil de abrir e fechar novamente. E, claro, não se esqueça dos outros passageiros. Evite levar alimentos com odores muito fortes – afinal, não gostaria que a conversa no voo inteiro fosse sobre o cheiro da sua comida!

Posso levar alimentos frescos para o avião?

Alimentos frescos como frutas, legumes e produtos à base de carne podem passar pela segurança, desde que o voo ocorra dentro da União Europeia. No entanto, esses itens não são permitidos se forem trazidos para os EUA a partir de destinos internacionais ou dos territórios dos EUA, como o Havai ou Porto Rico. Deve verificar a legislação especifica de cada pais.

E se eu precisar de levar comida para o meu bebé?

Não entre em pânico. Os alimentos para bebés e crianças, incluindo o leite materno, o leite em pó e os alimentos em puré, não estão sujeitos à regra 3-1-1 . Viaje com quantidades razoáveis e não terá qualquer problema em passar estes artigos necessários pelo controlo de segurança.

É importante separar a comida para bebé dos seus outros artigos e informar os agentes da segurança do aeroporto sobre os alimentos quando iniciar o processo de rastreio. Isso pode ajudar a agilizar o processo de inspeção e garantir que a comida do seu bebé seja tratada com cuidado.

Esta isenção também se aplica a alimentos e bebidas para crianças, como pacotes de puré. Portanto, não precisa de se preocupar em colocá-los em recipientes de 100 ml ou num saco de plástico transparente do tamanho de um quarto. A segurança do aeroporto está ciente das necessidades das famílias e está preparada para tornar a viagem o mais conveniente possível para pais e cuidadores de bebés e crianças pequenas.

Voltar à lista de notícias

Nenhuma opinião

Deixe a sua opinião

Pronto para reclamar os seus 600€ agora?

Demora menos de 5 minutos?

Reclamar indemnização

A AirAdvisor foi destacada em:

  • CNN
  • Forbes
  • USA Today
  • Mirror